Internacional

Isabel dos Santos leva Presidente angolano a tribunal

Governo anulou contrato no valor de 1,3 mil milhões de euros tinha sido atribuído pelo pai dias antes de deixar a Presidência

A filha do ex-chefe de Estado angolano, Isabel dos Santos, recorreu ao tribunal para contestar a anulação de um contrato, cujo valor ultrapassa os mil milhões de euros, e que lhe tinha sido atribuído pelo pai dias antes da investidura de João Lourenço como novo Presidente de Angola.

O contrato em causa diz respeito à construção do Porto da Barra do Dande no valor de 1500 milhões de dólares, cerca de 1,3 mil milhões euros.

A anulação do contrato, decisão contestada na ação cível de Isabel dos Santos contra João Lourenço, foi justificada com o facto de a empresa detida por Isabel dos Santos e que levaria a cabo a construção do porto ter apenas “três meses de constituição no cartório”, segundo o Expresso.

As autoridades angolanas alegam que foram induzidas pela filha do ex-Presidente “a cometer atos ilegais e ilícitos” e consideram que a empresa Atlantic Ventures foi uma “mera intermediária criada especificamente para a sua concessão”, segundo o mesmo jornal.