Tecnologia

Há mais duas “luas” a orbitar a Terra

As nuvens de poeiras foram fotografadas pela primeira vez

Um grupo de astrónomos e físicos húngaros descobriu a existência de duas novas “luas” que orbitam em torno da terra. Os dois satélites são compostos exclusivamente por poeiras, segundo a publicação feita pelos investigadores na revista científica Monthly Notices da Royal Astronomical Society.

As nuvens, que estão a cerca de 250 mil milhas da Terra – a mesma distância a que está a Lua – foram captadas em fotografia, avança a National Geographic. Os astrónomos tiveram de utilizar filtros especiais de polarização para descobrirem a luz que era refletida pelas micro partículas de poeiras no interior das nuvens.

“As nuvens de Kordylewski são dois dos objetos mais difíceis de serem encontrados e embora estejam tão próximas da Terra quanto a Lua são amplamente negligenciadas pelos astrónomos”, afirma Judit Slíz-Balogh, co-autor do estudo e astrónomo na Universidade Eötvös Loránd.

A existência de “luas” de poeira foi anunciada pela primeira vez nos anos 60, por um astrónomo polaco, mas a confirmação, feita agora pelos investigadores húngaros, teve de esperar quase 50 anos.