Internacional

Abu Dhabi. Libertado estudante britânico acusado de ser espião

Matthew Hedges foi perdoado depois de um pedido de clemência da sua família e de confessar em vídeo que pertence, de facto, ao MI6

Os Emirados Árabes Unidos libertaram, esta segunda-feira, o estudante britânico acusado de ser um espião do governo do Reino Unido. Sentenciado este mês a prisão perpétua, Matthew Hedges foi perdoado depois de um pedido de clemência da sua família e de confessar em vídeo que pertence, de facto, ao MI6, serviço de inteligência britânico.

O embaixador dos Emirados em Londres, Sulaiman Hamid Almazroui já tinha dito que a família de Hedges pediu clemência e que o governo estava a estudar esse pedido. Citado pela Reuters o diplomata acrescentou ainda que "temos uma parceria extremamente estreita com o Reino Unido. Devido à força desse relacionamento, esperamos que uma solução amigável possa ser alcançada".

O estudante de doutorado da Durham University, Matthew Hedges, estava detido desde 5 de maio, quando foi preso no Aeroporto Internacional de Dubai após uma suposta visita de investigação de duas semanas.