Internacional

Surto de ébola na RD Congo é o segundo maior da história, diz OMS

O chefe de emergências da OMS prevê que surto possa durar pelo menos seis meses antes de ser contido

A Organização Mundial de Saúde (OMS) anunciou, esta sexta-feira, que o surto de ébola na República Democrática do Congo é considerado o segundo maior da história.

De acordo com o chefe de emergências da OMS, Peter Salama, está a ser feito o possível para a contenção do vírus, apenas acompanhados por forças de paz das Nações Unidas.

Além disso, o responsável indica ainda que a OMS prevê que o surto no nordeste da RD Congo possa durar, pelo menos, seus meses até ser contido.

Neste país africano, a epidemia do vírus ébola foi declarada no dia 1 de agosto deste ano, em Mangina, nas províncias de Kivu Norte e Ituri, tendo o vírus já se alastrado até perto da fronteira com o Uganda.

Segundo a OMS, até ao dia 4 de novembro, 26.687 pessoas, entre as quais 7.006 crianças, foram vacinadas na RD Congo, incluindo 9.105 elementos de organizações de socorro, governamentais e não-governamentais.