Internacional

Coletes amarelos saltam fronteiras. Bélgica fecha quarteirão da UE e Espanha bloqueia passagem

Em Espanha e na Bélgica também há notícias de confrontos e disturbios

O movimento coletes amarelos já passou a fronteira. Não é só em França que há protestos ou confrontos com as autoridades.

Em Bruxelas, na Bélgica, uma manifestação, não marcada, de coletes amarelos deixou a ‘capital’ da União Europeia em estado de alerta.

A polícia belga já procedeu a pelo menos 70 detenções e montou um forte dispositivo de segurança em várias zonas da cidade, em especial, no quarteirão de Schuman, onde ficam as sedes da Comissão Europeia e do Conselho Europeu, com barreiras e arame farpado. Todas as pessoas, mesmo os residentes, têm de mostrar identificação e são revistados.

Em Espanha, um grupo independentista catalão cortou uma autoestrada em Tarragona, na Catalunha, com a mensagem: “As pessoas governam, o governo obedece”.

Em Navarra, a polícia informou que a fronteira com França está fechada à circulação de camiões devido aos protestos dos coletes amarelos.

Na comuna francesa de Biriatou, na fronteira, também um gupo de coletes amarelos bloqueou a passagem a camiões provenientes de Espanha.