Economia

DECO aplaude multa de 10 milhões de euros a Facebook

Recorde-se que a 26 de novembro deu entrada uma ação judicial da DECO contra o Facebook pela utilização indevida de dados e que exigia uma compensação monetária não inferior a 200 euros, por ano de registo na rede social.

DR  

A A Autoridade da Concorrência de Itália acusou esta sexta-feira o Facebook de falta de transparência e aplicou uma multa de 10 milhões de euros e a DECO aplaudiu a medida.

O uso dos dados dos utilizadores da rede social sem informar adequadamente quanto às atividades de recolha de dados e respetivos fins comerciais estão na raiz do problema. A DECO lamentou que tais medidas, com sanções eficazes para evitar abusos de empresas para os consumidores, não sejam aplicadas em Portugal. 

Recorde-se que a 26 de novembro deu entrada uma ação judicial da DECO contra o Facebook pela utilização indevida de dados e que exigia uma compensação monetária não inferior a 200 euros, por ano de registo na rede social.

"Hoje, a congénere italiana da DECO, Altroconsumo, organizou em Roma, a discussão “proteção de dados – 2 anos disruptivos”, onde se analisou os recentes escândalos relacionados com a utilização abusiva de dados e os direitos dos consumidores, que ocupam um papel central na economia de dados. Um debate com diversos organismos oficiais e entidades privadas, nomeadamente, com a Autoridade da Concorrência italiana, que aplicou a multa de 10 milhões de Euros ao Facebook", pode ler-se em comunicado da DECO.