LifeStyle

Reino Unido proibe venda de cães e gatos em lojas de animais

A proposta esteve sob consulta pública desde agosto e teve o apoio da maioria dos britânicos

O Reino Unido decidiu proibir a venda de cães e gatos bebés nas lojas de animais. O objetivo é travar as “fábricas” de animais bebés e evitar que haja uma exploração dos animais.

A proposta esteve sob consulta pública desde agosto e teve o apoio da maioria dos britânicos.

Assim, a partir de agora, quem quiser adotar um cão ou um gato bebé tem de se dirigir a um criado certificado ou a um abrigo de animais.

David Rutley, secretário de Estado para o bem-estar animal, explicou ao Huffington Post que esta regra faz parte “do compromisso para garantir que os animais adorados pela nação têm um início de vida condigno".