Internacional

Forças de segurança do Egito mataram cerca de 40 terroristas depois de ataque a autocarro turístico

O Egito matou cerca de 40 terroristas este sábado no seguimento do atentado a um autocarro.

Quarto pessoas morreram e dez ficaram feridas esta sexta-feira depois da explosão de uma bomba artesanal num autocarro turístico na zona das pirâmides de Gizé, arredores do Cairo, Egito.

No seguimento do atentado, este sábado o ministério do Interior informou, citado pela Agência France Presse, que 40 terroristas foram mortos depois de operações realizadas pelas forças de segurança que visavam supostos combatentes extremistas de Gizé.

"Quarenta terroristas foram mortos nas operações de segurança", 30 na região de Gizé e dez na província de Sinai do Norte, informou o responsável, adiantando que os indivíduos "planeavam uma série de ataques contra o setor do turismo, contra locais de culto cristão e contra as forças de segurança".