Sociedade

Operação Ano Novo. GNR regista cinco mortos em dois dias

Em apenas dois dias, ocorreram mais de 400 acidentes

DR  


Cinco pessoas morreram nos primeiros dois dias da Operação Ano Novo, revelou este domingo a GNR.

Ao início deste terceiro dia de operação, já tinham sido contabilizados 429 acidentes. As cinco vítimas mortais  registaram-se em Alfeizerão (distrito de Leiria), Estarreja (Aveiro), Montalegre (Vila Real), Penela (Coimbra) e Vila Verde (Braga). A GNR registou ainda nove feridos graves.

Só no primeiro dia desta operação, a GNR registou 700 condutores em excesso de velocidade. Para além disso, foram detetadas 129 viaturas sem inspeção periódica obrigatória, identificados 107 condutores sem cinto de segurança, 81 a conduzir sob efeito de álcool e 55 sem carta de condução.

A Operação Ano Novo termina na quarta-feira. O objetivo é "prevenir a sinistralidade rodoviária, garantir a fluidez do tráfego e apoiar todos os utentes das vias, no sentido de lhes proporcionar uma deslocação em segurança".

Antes disso, a GNR realizou a Operação Natal Tranquilo. Esta decorreu entre os dias 21e 26 de dezembro, foram registados 1.360 acidentes, 15 mortos (mais do dobro do ano passado), 29 feridos graves e 449 feridos ligeiros.