Internacional

Alto funcionário da diplomacia da Coreia do Norte fugiu e está escondido em Itália

Diplomata fugiu juntamente com a sua mulher

"A missão do embaixador interino Jo Song Gil deveria terminar no final de novembro. Fugiu do complexo diplomático no início de novembro", informou hoje um parlamentar sul-coreano, Kim Min-ki, em declarações aos jornalistas, depois de uma reunião realizada à porta fechada com vários funcionários dos serviços de informação sul-coreana.

A reunião aconteceu após o diário sul-coreano, JoongAng Ilbo, publicar que Jo Song Gil tinha pedido asilo com a sua família num país ocidental.

No entanto, à BBC, o Ministério das Relações Externas italiano esclareceu que não tem qualquer registo de um pedido de asilo feito por Jo Song e várias fontes diplomáticas informaram que a última vez que Itália ouviu falar do norte-coreano foi quando as autoridades do país receberam uma nota do governo norte-coreano, a comunicar que o embaixador ia ser substituído.