Politica

AR aprova voto de pesar pela morte de Joaquim Bastinhas

Deputados cumpriram um minuto de silêncio em honra do cavaleiro

A Assembleia da república aprovou, esta sexta-feira, um voto de pesar pela morte do cavaleiro tauromáquico Joaquim Bastinhas.

O voto de pesar foi apresentado pelo PS, PSD e CDS que recordaram Joaquim Bastinhas como o “toureiro do povo”.

“A empatia que gerava com as bancadas, a alegria que transmitia em cada um dos momentos e a forma como chegava aos milhares de pessoas que o seguiam, notabilizou-o de forma ímpar", lê-se no texto apresentado pelos partidos.

Na votação, o PAN votou contra e o BE, o PEV e o deputado não-inscrito Paulo Trigo Pereira  abstiveram-se.

Recorde-se que Joaquim Bastinhas morreu esta segunda-feira, aos 62 anos. O cavaleiro tauromáquico estava há várias semanas internado no Hospital da Cruz Vermelha, em Lisboa, depois do seu estado de saúde se agravar, na sequência de uma cirurgia a um pólipo nos intestinos.

Também na sessão desta sexta-feira, foram aprovados fotos de pesar pela morte de Joaquim Romero Magalhães, antigo comissário-geral da Comissão Nacional para as Comemorações dos Descobrimentos Portugueses e ex-secretário de Estado da Orientação Pedagógica, e de João Martins Vieira, ex-vereador do CDS na Câmara de Lisboa.