Economia

Chauffeur Privé mudou de nome e de imagem. Agora é Kapten

A primeira plataforma digital de transporte individual de passageiros a obter o licenciamento de TVDE em Portugal aposta agora no Porto e em Londres e Genebra

dr  

Uma das empresas de transporte individual e remunerado de passageiros em veículos descaracterizados a partir de plataforma eletrónica (TVDE) a operar em Portugal vai mudar de nome. A Chauffer Privé vai agora chamar-se Kapten e mudou também a imagem de marca. 

A mudança acontece depois de 4 meses da empresa em Portugal e como consequência da expansão nacional com a entrada na cidade do Porto e a nível internacional, em Londres e Genebra. O objetivo da empresa é conseguir aumentar mais de 10 milhões no que diz respeito ao número de clientes. "Kapten planeia ainda impulsionar o crescimento da empresa através da entrada em 15 grandes cidades europeias, triplicar o número de parceiros motoristas, e ser a maior plataforma da sua área de atuação, na Europa", explicou a agora Kapten em comunicado. 

O diretor geral da empresa em Portugal, Sérgio Pereira, afirma que este é um ponto de viragem para a empresa que quer crescer ainda mais e continuar a ser uma "referência na qualidade do serviço". "Agora, queremos continuar a trabalhar em tudo o que nos diferencia, manter o nosso programa de fidelização único, e oferecer um valor 30% abaixo das alternativas no mercado neste segmento", concluiu. 

Já Yan Hascoet, co-founder da Chauffeur Privé e CEO da Kapten, explicou que apesar da mundança, a filosofia da empresa mantém-se e mostrou-se entusiasmado com os próximos passos: “Toda a equipa Kapten está orgulhosa e super entusiasmada por embarcar neste novo desafio, que é uma herança da expertise e valores que a Chauffeur Privé deixou nos últimos sete anos".