Sociedade

Mulher que tentou raptar bebé no Hospital de São João está em prisão domiciliária

Laura Silva passou para prisão domiciliária com pulseira eletrónica

DR
DR
Humberto Almendra

A mulher que tentou raptar uma bebé no Hospital de São João, Laura Argentina Silva, de 48 anos, saiu na tarde deste sábado da cadeia de Santa Cruz do Bispo, em Matosinhos, e passou para prisão domiciliária com pulseira eletrónica.

No passado dia 2 de fevereiro, Laura Silva fez-se passar por uma médica na unidade hospitalar, tendo entrado num dos quartos e pegado numa criança recém-nascida. A bebé só não desapareceu porque o pai se apercebeu da situação e travou a mulher de levar a bebé.

Laura Silva está acusada pela prática de um crime de sequestro agravado na forma tentada e, agora, como ficou provado que a arguida tem condições para ficar detida na sua casa na zona da Foz, vai aguardar julgamento em casa.