Desporto

Espanha. "Manguito" de Bale sem sanção

A federação espanhola não viu motivos para castigar o galês do Real Madrid pelo gesto no último dérbi da capital, frente ao Atlético

A federação espanhola decidiu não aplicar qualquer castigo a Gareth Bale pelo gesto no dérbi de Madrid, frente ao Atlético, no passado dia 9. O extremo galês do Real Madrid, recorde-se, fez uma espécie de "manguito" após apontar o terceiro golo dos merengues no terreno dos colchoneros e incorria numa sanção que, em última instância, o poderia tirar do duplo confronto com o Barcelona no Santiago Bernabéu - esta noite para a segunda mão da Taça do Rei e no sábado para o campeonato.

A decisão foi conhecida esta quarta-feira, depois da liga espanhola ter feito a denúncia para o Comité de Competição da federação espanhola. "Na celebração do terceiro golo do Real Madrid, Bale, sendo audíveis na gravação audiovisual do jogo alguns apupos por parte dos adeptos locais, agita o braço direito levando-o à proximidade da sua cabeça, num previsível sinal de provocação ao público, efetuando posteriormente um gesto de possível significado obsceno, levantando o braço dobrado e batendo no meio deste com a outra mão" foi a descrição do momento (que pode ver aqui em baixo) feita pela liga.

 

 

Depois de analisar o gesto de Bale, o Comité decidiu não castigar Bale - que tem estado na berlinda nas últimas semanas, nomeadamente após se ter alegadamente recusado a aquecer mais tempo no último jogo do Real, frente ao Levante, depois de ver o técnico Santiago Solari chamar para entrar primeiro o jovem Fede Valverde. Bale acabaria por sair do banco aos 74 minutos e seria mesmo ele a cobrar o penálti (muito polémico, pois Casemiro simulou claramente a falta na grande área adversária) que valeu o suado triunfo aos merengues (1-2).