Politica

PS. Margarida Marques é a quarta da lista às europeias

Manuel Pizarro, líder da Federação do PS/Porto, aceitou o nono lugar e Maria João Rodrigues fica fora da equipa

A lista do PS às eleições europeias de 26 de maio está fechada. Na equipa entram a ex-secretária de Estado Margarida Marques para o quarto lugar, com a saída da eurodeputada Maria João Rodrigues. 

A eurodeputada não é candidata uma vez que decorre ainda uma investigação por assédio laboral e o processo não está encerrado.

Além do cabeça de lista Pedro Marques, anunciado há duas semanas em Vila Nova de Gaia, foram propostos os nomes de Maria Manuel Leitão Marques como número dois da lista, seguida de Pedro Silva Pereira. O eurodeputado, que foi ministro de José Sócrates, é dos poucos que resiste na lista de candidatos, por comparação com a equipa de 2014.

Na comissão política nacional do PS, que serviu para aprovar os nomes para a lista das Europeias, surge em quinto lugar André Bradford, dos Açores, seguindo Sara Cerdas, indicada pelo PS/Madeira. Em sétimo ficará Carlos Zorrinho, o segundo resistente da lista de 2014.

Para ocupar o oitavo lugar, o secretário-geral do PS escolheu Isabel Santos e em nono Manuel Pizarro. Ambos são do Porto.

Manuel Pizarro, líder da federação do PS/Porto, acabou por ficar num lugar considerado difícil, porque pode falhar a eleição.

 A situação está a ser encarada como uma perda de autoridade, segundo fontes socialistas ouvidas pelo i.

Pizarro aceitou o lugar proposto por António Costa depois de explicados os critérios de paridade e representatividade das regiões autónomas.

Em lugares considerados não elegíveis estão a socióloga Isabel Estrada, João Albuquerque e Selene Martinho.

Em atualização