Internacional

Autarquia do Porto vai enviar 100 mil euros e equipas de apoio para Moçambique

Câmara do porto pretende ajudar na reconstrução do hospital da Beira

A Câmara Municipal do Porto vai enviar equipas de apoio para Moçambique e 100 mil euros para a reconstrução do hospital da Beira, depois da passagem do ciclone Idai ter deixado um rasto de destruição no país africano.

"Além de disponibilizar o apoio de equipas pós-catástrofe, irá, no âmbito da geminação [com a cidade da Beira], disponibilizar 100 mil euros para a reconstrução do hospital", refere a autarquia, citada pela agência Lusa, acrescentando ainda que, de acordo com os Médicos Sem Fronteiras, o hospital daquela localidade ficou "seriamente danificado".

A Câmara do Porto adianta ainda que "está também a articular com a Associação Portugal Moçambique outro tipo de apoio” e que a ajuda enviada para Moçambique será dada "de acordo com as necessidades já identificadas pela ONGD [Organização Não-Governamental para o Desenvolvimento] com sede no Porto, a Health4Moz".

"Após o período de emergência, que ainda decorre, serão quantificadas as necessidades [relativamente às equipas a enviar para Moçambique] (...) Só nessa altura, de pós-catástrofe, o município do Porto estará em condições de enviar uma equipa multidisciplinar para a cidade da Beira, que dependerá das necessidades que forem reportadas", explicou a autarquia do Porto à agência Lusa.

Recorde-se que de acordo com o último balanço dos governos, a passagem do ciclone Idai em Moçambique, Malawi e Zimbabué já provocou mais de 400 vítimas mortais.