Internacional

"Estou confiante de que vai ser possível estabelecer contacto com todos os portugueses"

O secretário de Estado das Comunidades Portuguesas disse este sábado que estão a ser feitos todos os esforços pelo Consulado da Beira para contactar com os portugueses afetados pela passagem do Ciclone Idai, em Moçambique, acrescentando ainda que está a ser feito um reconhecimento "porta a porta"

"Neste momento não consigo fazer balanço definitivo, mas posso dizer que nestes últimos três dias e, que continua, o cônsul geral e um funcionário do consulado, em articulação com o chefe de ligação do Ministério da Administração Interna estão a fazer, literalmente, de porta a porta esse reconhecimento", disse José Luís Carneiro, citado pela agência Lusa.

"[Estou] confiante de que vai ser possível estabelecer contacto com todos os portugueses [na cidade da Beira]", acrescentou, relembrando que é um levantamento"difícil pois muitos dos cidadãos deixaram as suas casas e estão em casa de amigos, familiares, vizinhos ou residenciais e hotéis".

O secretário de Estado adiantou ainda, em declarações à agência Lusa, que este sábado já trouxe"informações positivas para o funcionamento dos serviços consulares", uma vez que já foi garantida energia elétrica em parte do consulado.

"É muito importante a reposição da energia elétrica porque vai permitir acolher várias equipas que se vão especializar no serviço de apoio à comunidade portuguesa", explicou.

Recorde-se que o balanço provisório da passagem do ciclone Idai em Moçambique aponta para 417 mortos.