Sociedade

2019 pode ser "um ano ao nível dos mais quentes desde que há registos"

"O mês de janeiro deste ano e não foi só em Portugal que isso aconteceu foi o segundo mais quente em termos globais desde que há registos"


Esta quarta-feira, o físico meteorologista Rui Salgado, da Universidade de Évora, admitiu que o ano de 2019 pode vir a ser "um ano ao nível dos mais quentes desde que há registos", mas não só em Portugal. O especialista diz que a situação é ao nível de todo o planeta.

"Se virmos a evolução da temperatura do planeta, os quatro últimos anos, entre 2015 e 2018, foram aqueles em que as temperaturas médias foram mais elevadas desde que há registos", afirmou hoje em declarações à Lusa.

De acordo com Rui Salgado, a evolução das temperaturas demonstra que se está claramente a assistir a um agravamento do estado do aquecimento global e que, a tendência é mesmo para continuar.

"O mês de janeiro deste ano e não foi só em Portugal que isso aconteceu foi o segundo mais quente em termos globais desde que há registos", disse, acrescentando que tendo em conta estes valores, "tudo indica que este ano vai estar ao nível dos anos mais quentes desde que há registos".

Os comentários estão desactivados.