Sociedade

Autarca de Celorico de Basto lamenta “ataques infundados”

O presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, lamentou “ataques infundados”, que considerou ter sido vítima ao longo dos últimos cinco anos, na mesma semana em que foi definitivamente ilibado no Tribunal da Relação de Guimarães.

Joaquim Mota e Silva falava num encontro com apoiantes, em Celorico de Basto, distrito de Braga, que reuniu centenas de celoricenses oriundos de todas as freguesias do concelho minhoto, depois de ter sido absolvido por unanimidade, na Relação de Guimarães, ao ter anulado a condenação provisória de alegado crime de prevaricação, na pena de três anos de prisão, suspensa por igual período, para além da perda do seu mandato autárquico, aquando do julgamento anterior, realizado na primeira instância, também em Guimarães.

Para o autarca de Celorico de Basto, “eu sempre dormi descansado ao longo de todos os anos, primeiro. porque estive sempre de consciência tranquila, segundo, porque confio na justiça portuguesa, terceiro, por saber que a verdade acabaria sempre por vir ao de cima”.

Mas ao mesmo tempo o político social-democrata referiu que “foram anos de calunias, o que desgastou muita gente próxima de mim, com muitos jornais a publicarem notícias e artigos sem fundamento, em grandes parangonas, mas agora que o sistema judicial acabou por me absolver e definitivamente só publicarem pequenas notícias de nota de roda pé”. 

Joaquim Mota e Silva recordou a longa tramitação processual de que foi alvo, referindo que depois do Tribunal de Contas ter constatado não ter existido qualquer ilegalidade e o Tribunal Administrativo e Fiscal de Braga, bem como o Tribunal Administrativo Central do Norte, o terem ilibado, apenas a condenação no Tribunal de Guimarães o visava, mas “a justiça fez-se finalmente, como eu esperava com o acórdão absolutório do Tribunal da Relação de Guimarães, que não deixou qualquer margem de dúvidas da minha inocência”.

O presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto disse aos seus apoiantes que “se até agora eu trabalhava todos os dias com bastante entusiasmo em prol deste município e desta região, agora estou ainda mais galvanizado, para promover o desenvolvimento do nosso concelho, continuando a contar convosco”, mostrando-se “confiante em resultados eleitorais muito positivos, quer nas Europeias, quer nas Legislativas, nós conseguiremos”.