Sociedade

Lanches das crianças do pré-escolar vão incluir fruta e legumes

Alteração foi anunciada pela responsável da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Maria João Gregório, diretora do Programa Nacional para a Alimentação Saudável da DGS, em declarações à Lusa, reconheceu que o programa financiado pela União Europeia de distribuição de fruta e legumes "não está a ter o sucesso desejado".

Para a responsável da DGS, a iniciativa não "está a ter o sucesso desejado", apesar de "estar bem desenhado" e ser "importantíssimo, já que permite a distribuição de alimentos com elevado valor nutricional".

No sentido de aumentar a participação das autarquias, a DGS vai "aumentar a divulgação do programa e motivar as escolas e autarquias a participar mais".

Para além destas medidas, Maria João Gregório anunciou ainda que este programa será alargado às crianças do pré-escolar, uma iniciativa que já acontece numa escola de Vila Nova de Gaia, onde a fruta é oferecida a todas as crianças, desde o pré-escolar até ao 4.º ano.

"Antes os miúdos traziam muitas vezes bolos e 'croissants', mas agora já há muitos que trazem fruta", disse Arminda Santos, coordenadora da Escola Básica das Devesas, em Vila Nova de Gaia, em declarações à Lusa.