Sociedade

Buscas em hospitais privados por suspeitas de concertação

Em causa estão acordos com a ADSE.


A Autoridade da Concorrência está a realizar buscas a hospitais da Luz, CUF e Lusíadas por todo o país.

Em causa estão as suspeitas de concertação entre estes três grupos de saúde privados, relacionadas com os acordos com a ADSE.

Num comunicado, a Autoridade da Concorrência (AdC) confirma “a realização de diligências de busca e apreensão em oito localizações de nove entidades ativas no setor da saúde nas zonas da Grande Lisboa, Porto e Algarve”, justificando as buscas com a existência de “suspeitas de práticas anticoncorrenciais lesivas da liberdade de escolha do consumidor”.

As buscas, autorizadas judicialmente, contam com o acompanhamento da Divisão de Investigação Criminal da PSP.

A AdC sublinhou também que foi decretado segredo de justiça no caso “a fim de preservar os interesses da investigação”.

Por último, aquela autoridade faz questão de frisar que “a violação das regras de concorrência não só reduz o bem-estar dos consumidores, como prejudica a competitividade das empresas, penalizando a economia como um todo”.

Recorde-se que as diligências levadas a cabo esta sexta-feria estarão relacionadas com a decisão destes hospitais privados, tomada em fevereiro passado, de suspender a convenção de acordos com a ADSE. Situação que está a ser investigada pela Autoridade da Concorrência.

Os 38 milhões reclamados pelo subsistema de saúde publico, estão na origem do conflito entre a ADSE e os grupos privados.