Sociedade

Homem condenado por abusar sexualmente de enteada menor

Quatro anos e dois meses de prisão efetiva foi a pena decretada pelo Juízo Central Criminal da Comarca de Almada.

Um homem foi condenado a quatro anos e dois meses de prisão efetiva por abusar sexualmente da enteada menor de idade.

O condenado, à época com trinta anos, aproveitou-se da proximidade mantida com a criança para praticar atos sexuais com a mesma em duas ocasiões distintas.

O inquérito foi dirigido pelo Ministério Público do DIAP da Comarca de Lisboa e os crimes terão ocorrido em Almada.