Internacional

Britânico de 29 anos brutalmente assassinado nas Bahamas

O personal trainer é a 34ª vítima de homicídio, este ano, no país. 


Dannie Lea, de 29 anos, natural de Stoke-on-Trent foi encontrado, no passado domingo, em Nassau, a capital das Bahamas. De acordo com as autoridades do país, citadas pelo Daily Mail, o cadáver de Lea encontrava-se num relvado “somente com as calças vestidas”.

Lea foi alegadamente espancado no crânio até perder a vida. Imagens suas “absolutamente horríveis”, já sem vida, circularam na imprensa caribenha durante a passada segunda-feira, segundo a companheira da vítima mortal citada pelo Daily Star.

“Ele era um homem generoso, com um bom coração, tinha um filho pequeno e uma grande família” acrescentou a namorada de Lea. O jornal Bahamianpress adiantou que “o assassino fugiu” e a Royal Bahamas Police Force confirmou que fez buscas numa propriedade após a trágica descoberta.

“A nossa equipa está a apoiar a família de Dannie Lea após a sua morte. O nosso pensamento está com eles durante este tempo difícil” explicou o The Foreign and Commonwealth Office (departamento do governo do Reino Unido responsável por promover os interesses britânicos por todo o globo) ao site StokeonTrentLive.

O personal trainer é a 34ª vítima de homicídio, este ano, no país. Uma autópsia será realizada para determinar a causa de morte exata do jovem inglês. Ainda não foram detidos quaisquer indivíduos no âmbito da investigação.