Politica

Marcelo considera que Estado “fez bem” ao “assumir a responsabilidade pelo SIRESP”

Com a compra do SIRESP, o Estado fica "à vontade para dirigir, acompanhar, monitorizar, controlar e fiscalizar" o sistema, apontou o Presidente da República.

Marcelo Rebelo de Sousa disse esta sexta-feira que considera que o Estado “fez bem” em "assumir em plenitude a responsabilidade pelo SIRESP".

"Já tinha havido ao longo dos anos uma grande controvérsia sobre o funcionamento, nada como o Estado em vez de ser minoritário passar a ser maioritário. E ao ter a totalidade do capital ficar à vontade para dirigir, acompanhar, monitorizar, controlar, fiscalizar", acrescentou em declarações prestadas aos jornalistas à margem de uma visita ao Lar Militar da Cruz Vermelha, em Lisboa. 

Sobre a reportagem da TVI, que alega que o SIRESP continua a falhar nos mesmos locais onde falhou nos trágicos incêndios de 2017, o chefe de Estado não quis prestar comentários tendo em conta que ainda não viu a investigação jornalística.