Vida

Miss Tailândia declara que mulher deve ficar com o marido mesmo que não o ame

"Devemos elogiar o sacrifício que uma mãe faz para que um filho possa viver numa família feliz e consiga crescer da melhor forma, amado e apoiado por uma família completa"

Jennifer Paweensuda Drouin foi escolhida para representar a Tailândia no concurso Miss Universo de 2019, no entanto uma das respostas da jovem durante o concurso deixou grande parte da população pouco satisfeita com a sua vitória.  

Quando questionada por um dos júris se pensa que "uma mulher se deve manter casada pelos seus filhos ou por obrigação, mesmo que já não ame o seu marido", Jennifer respondeu afirmativamente. "Acredito que a mulher se deve manter com o marido, mesmo que não o ame. Para que o filho tenha uma família completa". 

"Devemos elogiar o sacrifício que uma mãe faz para que um filho possa viver numa família feliz e consiga crescer da melhor forma, amado e apoiado por uma família completa", acrescenta.  

As redes sociais não perdoaram a resposta de Jennifer e rapidamente a situação se tornou tema de debate. "Não acredito que esta resposta mega machista não foi impedimento para ganhar a coroa”, escreveu uma utilizadora no twitter. 

A miss mostrou-se indiferente aos comentários e diz estar muito satisfeita com a vitória e diz estar a viver “um sonho”. 

Jennifer representará o país, ainda este ano, nas finais do Miss Universo 2019 na Coreia do Sul.