Sociedade

Funcionária do Hospital da Guarda apanhada a destruir documentos da Câmara Municipal

A mulher é mãe da antiga secretária de Álvaro Amaro, o ex-autarca e eurodeputado do PSD acusado de cometer ilegalidades enquanto autarca da Câmara da Guarda.

Uma funcionária do Hospital da Guarda foi apanhada a destruir documentos da Câmara Municipal e denunciada à Polícia Judiciária. 

 Segundo noticiou a Sic Notícias, a mulher é mãe da antiga secretária de Álvaro Amaro, o ex-autarca e eurodeputado do PSD acusado de cometer ilegalidades enquanto autarca da Câmara da Guarda.

A PJ conseguiu recuperar os documentos em tiras, dentro de sacos do lixo.