Economia

BCE deixa taxas de juro inalteradas

Comunicado do Banco Central Europeu

O Banco Central Europeu (BCE) anunciou esta quinta-feira que vai manter as taxas de juro de referência na Zona Euro inalteradas. No entanto, pode haver alterações nos próximos 12 meses.

“O Conselho de Governadores espera que as taxas de juro do BCE se mantenham nos níveis atuais ou mais baixos pelo menos até à primeira metade de 2020 e, em qualquer caso, enquanto seja necessário para assegurar a contínua convergência da inflação para o objetivo, a médio prazo”, refere o comunicado.

O BCE refere que é necessária uma política monetária expansiva durante um período prolongado, pois a inflação continua abaixo do objetivo proposto – ligeiramente abaixo de 2%.

Na nota, o banco central diz ainda que quer continuar a reinvestir nos títulos que adquiriu no âmbito do programa de compra de ativos "para manter condições de liquidez favoráveis e um elevado grau de acomodação monetária".

O BCE "está preparado para ajustar todos os seus instrumentos, consoante apropriado, a fim de assegurar que a inflação continua a evoluir de forma sustentada no sentido do seu objetivo", refere o comunicado.

"Não gostamos do que vemos na inflação" e "não aceitamos níveis de inflação permanentemente baixos", acrescentou mais tarde Mario Draghi, presidente do BCE.