Internacional

Casal obrigou filha a defecar e a comer numa taça e incentivaram irmãos a agredi-la como disciplina

Irmãos e primos da jovem chegaram mesmo a atirar água a ferver para cima da jovem

Kevin Boo-Bey e Felicia Boon foram condenados a 30 e 40 anos de prisão, respetivamente, por anos de abuso contra a filha adolescente de 15 anos em Wisconsin, nos Estados Unidos.

De acordo com o Journal Sentinel, além dos abusos que os próprios cometiam, o casal, pai e madrasta da jovem, permitiam ainda que os irmãos e primos a espancassem como forma de “disciplina”.

 

Segundo o relatório do tribunal, a adolescente e outras testemunhas garantiram durante o julgamento que o casal chegou mesmo a obrigar a jovem a defecar para uma taça e a comer, de seguida, no mesmo recipiente, causando inúmeras infeções.

A vítima contou ainda que os irmãos e as primas a agrediam sob incentivo do casal. Num dos casos derramaram-lhe água a ferver por cima. A polícia retirou a rapariga de casa em dezembro, depois de uma denúncia para esta mesma situação.

Em tribunal, o polícia Adam Frick, destacado para esta denúncia, relatou que quando chegou à residência da família todos insistiam que a jovem estava bem. O polícia falou ainda do cheiro intenso a urina que se fazia sentir na habitação e que a rapariga parecia tão magoada que quase não conseguia estar em pé.

Depois de a jovem dizer que estava com medo de ficar em casa, acabou mesmo por ser levada pelas autoridades.

Durante o julgamento, o pai, de 47 anos, justificou os seus atos alegando que a filha o desafiava.