Sociedade

Greve dos motoristas entra no quinto dia, mas só com um sindicato em protesto

SIMM desconvovou greve esta quinta-feira

A greve dos motoristas de matérias perigosas entra, esta sexta-feira, no quinta dia consecutivo, mas com menos um sindicato em protesto.

Recorde-se que, na última quinta-feira à noite, o Sindicato Independente dos Motoristas de Mercadorias (SIMM) desconvocou a greve depois de uma reunião no Ministério das Infraestruturas, onde se encontravam também dirigentes da Associação Nacional de Transportadores Públicos Rodoviários de Mercadorias (ANTRAM).
  
"Chegámos à conclusão de que esta greve não surtiu os efeitos que desejávamos", disse Anacleto Rodrigues, que acusou o SNMMP de reunir com o Governo sem avisar os motoristas de mercadorias. 

André Matias de Almeida, porta-voz da Antram, deu os parabéns ao SIMM pelo diálogo conseguido. "Imperou o diálogo, o que aconteceu aqui hoje é um exemplo nacional daquilo que é discordar sem ser desagradável para se chegar a um entendimento", disse André Matias de Almeida. 

A reunião surge depois de a Antram recusar o pedido do Governo para negociar com o SNMMP. Os patrões não voltaram atrás com a palavra e continuam a dizer que só negoceiam com os motoristas de matérias perigosas se a greve for cancelada.

O porta-voz da Antram garantiu que o SIMM cancelou a greve antes de reunir com os patrões e com o Governo.