Sociedade

Braga. GNR apreende 12 armas a suspeito de violência doméstica

Homem de 22 anos agredia, ameaçava e injuriava a companheira de 20 e o filho de ambos, de apenas cinco meses

A GNR de Braga anunciou ter apreendido 12 armas após ter recebido uma denúncia de um crime de violência doméstica, esta sexta-feira. O suspeito tem 22 anos e, de acordo com o comunicado emitido por aquele organismo, submete com regularidade a mulher, de 20 anos, e o filho de ambos, de cinco meses, a agressões, injúrias e ameaças com armas.

A vítima acabou por deixar a casa onde residia com o agressor, tendo sido acompanhada pela GNR à residência "no intuito de recolher os seus pertences pessoais e do filho". Foi nessa visita que os militares apreenderam as armas utilizadas nas ameaças: uma arma elétrica, um fio de estrangulamento, uma soqueira, um spray de gás pimenta, três navalhas, uma "faca borboleta", uma pulseira com lâmina dissimulada, um punhal e um bastão extensível. Todas elas, refira-se, "de posse proibida devido à sua tipologia".

Os factos foram agora remetidos para o Tribunal Judicial de Braga, segundo informou ainda a GNR na nota emitida este sábado.