Economia

Se vai viajar, tenha atenção às datas: tripulantes da Ryanair convocaram nova greve

Vai durar apenas um dia

O Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil entregou um pré-aviso de greve para o dia 27 de setembro.

“Após o flagrante incumprimento da lei pela empresa, bem como a ineficácia do governo em enquadrar a companhia aérea e garantir direitos laborais portugueses inclusivamente durante a própria greve — sendo um deles a substituição de trabalhadores grevistas –, os trabalhadores decidiram por reiterar seu protesto com a construção duma nova greve”, lê-se no texto publicado no blog do sindicato.

De acordo com o documento, divulgado na mesma página, a direção do sindicato diz que não vê "qualquer fundamento para a fixação de quaisquer serviços mínimos". Esta afirmação surge depois do que aconteceu na greve de agosto, quando o Governo decretou serviços mínimos que abrangiam os Açores, a Madeira, Berlim, Colónia, Londres e Paris.

O pré-aviso refere que a greve irá arrancar às 00h00 de dia 27 de setembro, terminando às 23h59.

Greve no Reino Unido

Entretanto, no Reino Unido, a Ryanair garantiu hoje que todos os voos de e para os aeroportos do Reino Unido serão realizados durante a greve dos pilotos, que decorre até quarta-feira.

A Associação de Pilotos Aéreos Britânicos convocou a greve para protestarem contra as condições laborais e salariais praticadas pela companhia.