Desporto

Rúben Neves: "Playoff garantido? Nem nos lembramos disso"

Médio assume que a seleção nacional está focada acima de tudo em conseguir o apuramento direto para o Euro 2020

A vitória na Liga das Nações, no passado mês de junho, permitiu à seleção nacional garantir a presença no playoff de acesso ao Euro 2020, caso falhe a qualificação de forma direta. Ainda assim, o foco no seio da equipa das Quinas é apenas um: o apuramento direto. Uma ideia que já havia sido salientada por Fernando Santos e que esta terça-feira foi reforçada por Rúben Neves: "Sinceramente nem nos lembramos disso, estamos focados nos jogos que temos pela frente. Sabemos que temos capacidade para nos qualificar diretamente, a começar já por estes dois jogos".

Portugal, recorde-se, entrou nesta fase de apuramento com dois empates caseiros (0-0 com a Ucrânia e 1-1 com a Sérvia). Pela frente surgem agora Sérvia e Lituânia, com a partida frente aos sérvios a jogar-se já no próximo sábado. "Tem uma equipa recheada de qualidade, já o demonstrou anteriormente, mas como disse somos uma excelente seleção e vamos trabalhar no nosso máximo para trazer os três pontos num campo difícil. Tudo depende de nós e tudo faremos para ganhar. Vamos transformar essa pressão em motivação e tentar os três pontos já contra a Sérvia. Se estivermos no nosso melhor seremos muito difíceis de bater", salientou o médio do Wolverhampton.

Questionado por um jornalista espanhol sobre o impacto que João Félix pode ter na seleção, ele que está a protagonizar um bom início no Atlético de Madrid, Rúben Neves deixou elogios ao jovem avançado. "Félix já é uma referência, mesmo com a idade que tem. Já conquistou coisas muito boas no futebol português e felizmente está a levar o nome de Portugal mais além. Esse é o objetivo de todos os jogadores: crescer individualmente, mas também ajudar a crescer o futebol no nosso país", sentenciou.

No primeiro dia de preparação para o duplo confronto, Fernando Santos contou com todos os 25 jogadores disponíveis, com destaque para Ferro, central do Benfica, e Podence, avançado do Olympiacos, chamados pela primeira vez à seleção A.