Desporto

Premier League. Man. City bate Everton de Marco Silva

Liverpool somou sétima vitória noutros tantos jogos, beneficiando de um grande erro do guarda-redes do Sheffield United

O Manchester City saiu do terreno do Everton, orientado por Marco Silva, com um triunfo por 3-1, voltando assim às vitórias fora de casa - na última deslocação, havia sido derrotado pelo recém-promovido Norwich (3-2). A vingança chegou na jornada seguinte: 8-0 ao Watford, com o primeiro hat-trick da carreira de Bernardo Silva.

Desta vez, o internacional português iniciou o encontro no banco, sendo lançado apenas aos 80 minutos para o lugar de Kevin de Bruyne, um dos destaques da partida. Foi o belga, de resto, a assistir Gabriel Jesus para o primeiro golo do jogo, aos 24'. O Everton ainda empatou por Calvert-Lewin aos 33', mas na segunda parte o City fechou as contas: primeiro com um livre direto de Mahrez (71'), e depois com Sterling (84'), após defesa incompleta de Pickford.

Os citizens seguem, ainda assim, no segundo lugar da Premier League, a cinco pontos do Liverpool, que não desarma: em sete jogos, sete vitórias. Este sábado, os reds triunfaram na visita ao terreno do Sheffield United, por 1-0, com o único golo do encontro a surgir aos 70', por Wijnaldum, embora contando com a tremenda ajuda do guardião adversário, Henderson, que deixou escapar a bola por entre as mãos (e depois as pernas) quando parecia ter o lance controlado.

Quem conseguiu o primeiro triunfo na competição foi o Wolverhampton, de Nuno Espírito Santo, que bateu o Watford em casa: 2-0. E com influência direta de um português: Pedro Neto, autor da assistência para o primeiro golo do jogo, apontado aos 18' por Doherty. Janmaat, aos 61', fez um autogolo e fechou o resultado. Rui Patrício e João Moutinho foram igualmente titulares no Wolves, com Rúben Neves a entrar aos 87'. O Wolves é agora 13.º, com sete pontos.