Internacional

Houthis alegam ter matado e ferido 500 soldados sauditas

Se as imagens dos rebeldes se provarem reais, ataque será um grande embaraço para Riade.  

Os rebeldes houthi do Iémen divulgaram, este domingo, imagens de um ataque onde alegam ter matado e ferido cerca de 500 soldados sauditas, além de capturado outros 2 mil e apreendido uma escolta de veículos militares. Ainda não foi confirmada a autenticidade das imagens. 

“Mais de 200 foram mortos em dezenas de ataques com drones. enquanto escapavam ou se rendiam”, alegou Yahya Saree, porta-voz militar dos rebeldes xiitas, citado pela Al Jazira.  

Segundo os rebeldes, os combates ocorreram na região de Najran, na fronteira com a Arábia Saudita, 72 horas antes da divulgação das filmagens numa conferência de imprensa. As imagens mostram veículos blindados a serem atingidos por explosões e alegados soldados sauditas a renderem-se.

A Arábia Saudita ainda não se pronunciou sobre as alegações dos rebeldes. A própria Al Jazira avançava ontem ainda não ter conseguido confirmar a autenticidade das imagens.

A serem verdadeiras, representam uma notável demonstração de força por parte dos houthis e um grande embaraço para o reino saudita, que tem um dos maiores exércitos do mundo. Segundo a especialista da do instituto New Century Catherine Shakdmad à Al Jazira, as imagens corroboram as alegações dos iemenitas.

  Uma coligação liderada pela Arábia Saudita interveio na guerra civil iemenita em março de 2015 em apoio ao Governo de Abd Rabbu Mansour Hadi, apoiado pela comunidade internacional.