Sociedade

Furacão Lorenzo. Grupos Ocidental e Central dos Açores sob aviso vermelho

Grupos Ocidental e Central estão sob aviso vermelho. Bombeiros Voluntários dizem estar preparados

DR  

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) emitiu hoje aviso vermelho para as ilhas dos grupos Ocidental e Central dos Açores, devido à previsão da chegada do furacão Lorenzo à região na quarta-feira. Segundo Hernâni Furtado, membro da direção dos Bombeiros Voluntários de Santa Cruz, na ilha das Flores, há algum receio deste cenário, mas estão a ser feitos os reforços necessários.

De acordo com o IPMA, no grupo Ocidental, nas Flores e no Corvo, a agitação marítima entre a meia-noite e as 12h de quarta-feira será elevada, com previsões de ondas entre os dez e os 15 metros que poderão atingir uma altura máxima de 25 metros. Para além da agitação marítima, estas duas ilhas estão também sob aviso vermelho, nesse mesmo período, no que toca ao vento, que poderá chegar aos 200 quilómetros por hora. Também o grupo Central (Terceira, Pico, São Jorge, Graciosa e Faial) estará na quarta-feira sob aviso vermelho quanto à agitação marítima e intensidade do vento.

Hernâni Furtado disse ao i que o quartel está pronto para o furacão Lorenzo. 

“Chegaram à ilha enfermeiros e elementos das corporações de São Miguel para nos auxiliarem. Além disso, estamos já a preparar refeições de reforço, caso a população precise”, explica o membro da direção.

Segundo a mesma fonte, “há algum receio por causa das chuvas e da intensidade do furacão”, mas a população foi já alertada e está habituada “a condições climatéricas desfavoráveis”. 

“A população, aqui, está habituada a invernos rigorosos e passagem de mau tempo. Está já avisada para guardar artefactos de jardim e tudo o que possa estar mais exposto”, conclui.

Vasco Cordeiro, presidente do Governo Regional dos Açores, explicou ontem que entre as medidas levadas a cabo pelo arquipélago estará o encerramento de escolas e creches.