Internacional

Homem acusa Apple de o ter tornado homossexual

"Depois de dois meses, posso dizer que estou numa relação com uma pessoa do mesmo sexo e não consigo sair", confessou. 

Um homem de nacionalidade russa está a processar a Apple, por alegar que uma aplicação do seu telemóvel o levou à homossexualidade, noticiou a estação de rádio russa Govorit Moskva. 

O homem, identificado como D. Razumilov, afirma que depois de ter instalado uma aplicação que permite a transação de criptomoedas, lhe foram enviadas 69GayCoins de uma pessoa anónima. Além das moedas, este recebeu ainda um aúdio de um homem, onde dizia: "não julgues sem tentar". 

"Na altura pensei, é verdade, como posso julgar algo sem tentar? E decidi tentar ter uma relação com uma pessoa do mesmo sexo", declarou à mesma fonte. 

"Depois de dois meses, posso dizer que estou numa relação com uma pessoa do mesmo sexo e não consigo sair", confessou. "Eu tenho um namorado e não sei como explicar isso aos meus pais. A minha vida mudou para pior, depois de ter recebido aquela mensagem  e nunca mais voltará a ser a mesma" acrescenta. 

O homem acusa a empresa tecnológica de o empurrar de "forma manipuladora" para a homossexualidade, uma "orientação sexual considerada não tradicional no país", o que lhe causou "danos morais". Razumilov pretende receber 1 milhão de rublos [14 mil euros] de indemnização. O caso irá ser avaliado dia 17 de outubro.