Vida

Harry diz que imprensa internacional está a perseguir Meghan Markle como fez com a Princesa Diana

"O meu maior medo é que a história se repita", explicou o príncipe Harry.

O Príncipe Harry avançou com uma queixa formal contra vários jornais internacionais, por considerar que existe uma perseguição à sua mulher, Meghan Markle. O duque de Sussex abriu um processo contra o jornal The Sun, o Mail on Sunday e o Daily Mirror, de acordo com vários meios de comunicação, por "interceção ilegal de mensagens de correio de voz". O The Sun já veio a público confirmar a queixa. 

Harry compara a perseguição a Markle com a perseguição dos tabloides a princesa Diana. "O meu maior medo é que a história se repita", explicou o príncipe Harry, num comunicado. "Perdi a minha mãe e agora vejo a minha esposa a tornar-se vítima das mesmas forças poderosas".

Na visão do príncipe, Meghan tornou-se "numa das últimas vítimas da imprensa tabloide britânica que faz campanhas contra indivíduos sem pensar nas consequências - uma campanha implacável que escalou no último ano".

Recorde-se que a "princesa do povo" morreu no dia 31 de agosto de 1997 num acidente de carro em Paris, enquanto era perseguida por paparazzis.