Politica

Homem foi tentar votar, mas disseram-lhe que já o tinha feito

Caso aconteceu na freguesia de Campolide.

Um eleitor ficou impedido de votar uma vez que lhe foi transmitido que já o tinha feito. Segundo o Público, o caso aconteceu na freguesia de Campolide. 

Luís Ferreira de Almeida, jornalista de profissão, apresentou o seu cartão de cidadão, mas foi-lhe dito que este já tinha votado. O homem garantiu à mesa de voto que não tinha feito, mas acabou por não conseguir exercer o seu direito de voto. A Comissão Nacional de Eleições já reagiu e garantiu que está a investigar o caso, avançando ainda que até ao momento não tinha conhecimento de outros casos semelhantes.