Economia

Prata Riverside Village. Novo bairro de Marvila estará pronto em 2023

Promotora quer entrar em bolsa já no próximo ano. A ideia é captar mais investidores. 

 

Marvila está em crescimento e um dos principais rostos desse desenvolvimento é o investimento de 400 milhões de euros pela VIC Properties no projeto Prata Riverside Village, situado no Braço de Prata. O projeto nasceu há cerca de 20 anos, mas mudou de mãos e o objetivo é que esteja terminado em 2023, levando àquela zona 700 novas habitações. Atualmente, apenas um lote (o 8) está construído e já habitado, com um total de 28 apartamentos.

O maior é um T6 duplex. Ao lado está em construção o lote 7 que, apesar de ocupar o mesmo espaço, conta com 40 apartamentos. A ideia é que existam habitações para várias situações - desde famílias numerosas a casais sem filhos ou até para quem pretenda viver sozinho. Também neste lote há apartamentos comercializados - cerca de 50% - e, segundo o CEO da VIC Properties, João Cabaça, a maioria foram vendidos a portugueses.

O lote 1, que começará brevemente a ser construído, terá 107 apartamentos de T0 a T3 e prevê-se que a sua construção esteja concluída até aos primeiros três meses de 2021. E mesmo sem se ter iniciado a construção, 20% dos apartamentos já estão reservados. Além destes três lotes, o projeto engloba mais nove, todos alinhados de forma a que todos os inquilinos tenham vista para o rio, seja qual for o andar ou o lote. Os preços variam entre os 285 mil e os dois milhões de euros. 

Como se fosse um bairro No rés-do-chão do prédio vão estar os espaços comerciais, mas estes não estarão disponíveis para venda, até porque a ideia da VIC Properties é transformar a zona num bairro e isso passa pela dinamização desta zona. Assim, a promotora imobiliária vai arrendar estes espaços de forma a poder juntar os mais variados tipos de serviços, com o principal objetivo de os inquilinos “não terem de se deslocar muito” para obterem aquilo de que precisam.

Mas as vantagens não ficam por aqui. Além da integração no Parque Ribeirinho Oriente, pista ciclável, parque infantil, praça central arborizada e lote multiusos, o projeto terá um espaço de restauração - que os proprietários comparam ao Time Out. A ideia é que estas zonas não sirvam apenas os residentes, mas também toda a comunidade, até porque o Prata Riverside Village terá ainda uma zona de fitness e wellness, bem como escritórios integrados.

Recentemente, a VIC Properties adquiriu os terrenos da Matinha, adjacentes a este espaço, mas só no próximo ano será feita a descontaminação do terreno. No total, os dois espaços levam a Marvila mais de 2500 fogos de várias tipologias. Também na mira está a entrada da promotora em bolsa. A ideia é entrar no mercado bolsista já no próximo ano e “permitir que mais investidores - tanto investidores de retalho como investidores institucionais - ganhem exposição ao mercado imobiliário não apenas através da compra de imóveis”.