Vida

Michael Douglas planeou rapto falso para assustar o filho

"Fiquei furioso e muito magoado. O facto dele ter sido motivado pelas suas preocupações já não me importava. Senti-me destruído e traído", afirmou Cameron. 

Michael Douglas planeou um rapto falso para o filho, com o objetivo de o assustar e fazê-lo deixar as drogas. O caso ocorreu em 2004, segundo Cameron, que partilhou o episódio no seu livro autobiográfico 'Long Way Home', de acordo com o Radar Online.

Cameron estava a passear sozinho na rua quando foi intercetado por três homens. Ao contrário do esperado por Michael Douglas, o filho do ator foi bastante agressivo com os homens contratados e deixou-os sem saber o fazer. Cameron apercebeu-se da situação quando os homens, desorientados, começaram a olhar para o fundo da rua, onde estava Douglas. 

"Fiquei furioso e muito magoado. O facto dele ter sido motivado pelas suas preocupações já não me importava. Senti-me destruído e traído", afirmou Cameron no livro.

Cameron esteve preso durante sete anos por posse e tráfico de drogas. Desde 2016, depois de ter sido libertado, mostra-se longe dos vícios.