Tecnologia

"Lisboa, Portugal, tornou-se na cidade e país chave da revolução tecnológica"

Marcelo Rebelo de Sousa subiu ao palco para o encerramento da Web Summit.

Nelson Patronilho
Nelson Patronilho
Nelson Patronilho
Nelson Patronilho
Nelson Patronilho

O Presidente da República subiu ao palco da Web Summit nesta quinta-feira para o discurso de encerramento de mais uma edição da feira tecnológica.

Marcelo Rebelo de Sousa, que foi operado recentemente, começou por dizer que Lisboa e Portugal tornaram-se na cidade e país chave da revolução tecnológica. 

“A Web Summit teve, de certa forma, a capacidade de antecipar as grandes mudanças desta revolução científica. Discutimos ciência, tecnologia, o passado, o presente e o futuro. Antecipámos as alterações climáticas. Uns negaram a realidade, nós antecipámo-la”, disse Marcelo.

Um dos grandes temas do momento, a privacidade, não foi esquecido por parte de Marcelo Rebelo de Sousa, que considera que “estamos a abordar todos os grandes desafios do presente e do futuro. Falamos da privacidade e falamos sem medo da manipulação de poderes políticos e económicos”.

Marcelo disse que Portugal e o mundo mudaram com a Web Summit “porque já não temos medo de falar de todos os assuntos. Falamos deles com completa liberdade democrática com pessoas importantes de todo o mundo”.

O Presidente da República terminou o discurso a dizer que “somos imparáveis” e que “ninguém nos vai parar”.