Sociedade

Homem detido em Évora depois de sequestrar família durante nove horas

 Depois de a mulher ter acusado o agressor de abuso sexual à enteada de 18 anos, portadora de uma deficiência, e as autoridades terem aberto uma investigação, o homem atraiu a ex-mulher e os três filhos à sua residência.

DR  

Um homem de 36 anos foi preso, esta quinta-feira, depois de ter mantido a sua ex-mulher e os três filhos sequestrados durante cerca de nove horas. A detenção foi efetuada pela Unidade Nacional de Contraterrorismo na Polícia Judiciária de Évora.

O caso ocorreu no passado dia nove. Depois de a mulher ter acusado o agressor de abuso sexual à enteada de 18 anos, portadora de uma deficiência, e as autoridades terem aberto uma investigação, o homem atraiu a ex-mulher e os três filhos à sua residência.

Quando chegaram, por volta das 23h00, o homem impediu-os de sair e ameaçou a ex-mulher e a filha mais velha do sequestrador, de 13 anos, com uma faca. Segundo o Correio da Manhã, o homem chegou mesmo a agredi-las.

Apenas libertou os familiares às 08h00 da manhã do dia seguinte, com medo que a polícia se apercebesse do desaparecimento dos três e este acabasse por ser preso. 

Depois das vítimas apresentarem queixa sobre o sucedido, o homem ficou em prisão preventiva e os seus familiares encontram-se sob medidas de proteção policial.