Internacional

Mãe sufocou os três filhos até à morte porque tinha ciúmes da atenção que o marido dava às crianças

Duas das crianças tinham apenas três meses na altura dos crimes. Outra tinha quatro anos. Homicídios ocorreram em anos diferentes.

Uma mulher, de 27 anos, foi condenada a 37 anos de prisão por matar os três filhos, no estado norte-americano do Ohio.

A sentença foi conhecida no passado mês de novembro, quatro anos depois da detenção de Brittany Pilkington. Os seus três filhos, Niall, Noah e Gavin, foram sufocados até à morte. A mulher justificou os crimes devido aos ciúmes que sentia da atenção que o marido dava às crianças.

Segundo o New York Post, a primeira morte foi a de Niall, de apenas três meses, em julho de 2014. Um ano depois, em abril de 2015, a mulher matou Noah, também de três meses, e, em agosto do mesmo ano, acabou por matar Gavin, de quatro anos.

A norte-americana confessou as mortes depois do corpo de Gavin ser encontrado. Brittany confessou que o pai das crianças, e seu atual marido, era um ex-namorado da sua mãe, e que sufocou os filhos porque tinha ciúmes da atenção que este lhes dava.

“Infelizmente, ela está a viver uma vida melhor dentro da prisão do que fora. Além disso, ela gostaria de realçar que ama e sente muitas saudades dos filhos e chora todos os dias pelas suas mortes”, disse a defesa da mulher.