Internacional

Guterres "decepcionado" com resultados da Cimeira do Clima

Secretário-geral da ONU deixou um apelo urgente aos países.

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, mostrou-se "dececionado com os resultados" da cimeira sobre o clima (COP25), e deixou um pedido aos países.

"A comunidade internacional perdeu uma oportunidade importante para mostrar uma maior ambição na mitigação e adaptação para enfrentar a crise climática", lamentou António Guterres, no final da cimeira da ONU sobre o clima, que terimou em Madrid este domingo, dois dias depois do que estava previsto.

O econtro acabou com a conquista de um acordo, mas o documento não contempla alguns dos pontos considerados mais urgentes como as regras dos mercados internacionais de carbono, assunto que foi adiado para o próximo ano.

Talvez por isso, o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), numa declaração escrita, citada pela agência de notícias espanhola EFE, tenha deixado o alerta: "Não devemos render-nos".

António Guterres sublinhou ainda que "está mais do que decidido" que 2020 será "o ano em que todos os países se comprometem a fazer o que a ciência diz”. E lembrou: é necessário ser neutro em carbono até 2050 e "não ir mais além dos 1,5 graus de aumento da temperatura do planeta".