Sociedade

Diretor regional do SEF da Madeira é suspeito de auxílio à imigração ilegal

A investigação já durava há cerca de um mês.

O diretor regional do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) da Madeira foi constituído arguido, esta quinta-feira, por suspeitas de auxílio à imigração ilegal. A operação, levada a cabo pelos próprio SEF e coordenada pelo Ministério Público, deu conta de que Jorge Faustino é suspeito "da prática do crime de auxílio à imigração ilegal, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de Termo de Identidade e Residência".

Em comunicado, o serviço explica que a investigação terá começado “há cerca de um mês, depois de uma denúncia feita ao serviço, e irá prosseguir”.

O SEF informa ainda que foram realizadas buscas domiciliárias e “diverso material informático” foi apreendido.