Desporto

Hoje é o dia: Fla, de Jesus, na final

O Flamengo e o Liverpool disputam este sábado o Mundial de Clubes, no Qatar. Jesus quer juntar título à dobradinha histórica. Klopp luta pelo 1.º título mundial dos reds.

Menos de sete meses depois de ter assinado pelo Flamengo, Jorge Jesus apresenta-se na final do Mundial de Clubes. Um feito só conseguido depois de outros resultados históricos, que culminaram com a conquista da Taça Libertadores. Hoje, no Qatar, o conjunto do Rio de Janeiro vai ter pela frente o Liverpool, que teve, por sua vez, acesso à prova devido ao estatuto de campeão europeu, que alcançou com a vitória na Champions 2018. 

Foi, aliás, nessa final europeia, em que os reds eliminaram o Tottenham, que Jesus teve uma premonição curiosa. NoWanda Metropolitano para assistir ao jogo, o amadorense, de 65 anos, explicou a sua presença nas bancadas, lembrando que daquele encontro poderia surgir o possível adversário do Mengão no Mundial de clubes. 

A verdade é que o encontro entre o Fla e o Liverpool será uma reedição da final da então denominada Taça Intercontinental de 1981, ano em que os rubro-negros sorriram, após baterem de forma categórica os ingleses (3-0).
Desde a derrota para o Mengão, os reds voltariam a perder mais duas finais, para os argentinos do Independiente, e para os brasileiros doS.Paulo, ambas por 1-0, pelo que o histórico clube de Inglaterra continua a lutar pelo primeiro troféu mundial.

Já Jorge Jesus mantém vivo o sonho de conquistar o seu terceiro título pelo Fla, depois da dobradinha histórica, tendo juntado o Brasileirão (que o clube não vencia desde 2009) à Libertadores (que o clube do Rio tinha conquistado por uma vez, em 1981, sob o já mencionado formato de Taça Intercontinental).

De notar, contudo, que embora a final mais provável  tenha realmente ficado confirmada no Qatar, nem tudo foi assim tão simples. 

Recorde-se que o Flamengo sofreu para bater os sauditas do Al-Hilal, antiga equipa do técnico português, na meia-final, que só conseguiu vencer após uma reviravolta, por 3-1, em Doha. 

Surpresa ainda maior aconteceu no dia seguinte, no segundo jogo das meias, com os reds a sofrerem para vencerem os mexicanos do Monterrey, por 2-1, com o golo do triunfo a ser apontado para lá dos 90, depois de um empate a uma bola que se prolongava desde o quarto de hora de jogo.

Jesus já fez, de resto, questão de deixar claro que esta será a final mais importante da sua carreira. «Claro que é o jogo mais importante na minha carreira como treinador. É a cereja em cima do bolo em relação à época que o Flamengo fez, aconteça o que acontecer na final. Mas sim: é a final mais importante da minha carreira», disse o já rei do Brasil e da América do Sul. 

Na história do Flamengo e do futebol brasileiro, Jesus encaminha-se agora para um lugar único no futebol português e mundial, já que em caso de vitória irá tornar-se o primeiro treinador português a vencer o Mundial de clubes. 
Depois, o futuro, logo se verá. mas por terras de Vera Cruz não haverá mais nada para conquistar.

O contrato do português termina em maio do próximo ano, apesar de uma cláusula permitir a saída do treinador ainda neste mês de dezembro em caso de surgir uma proposta tentadora. 

Por enquanto, Jesus já fez saber que são poucos os desafios que o farão sair da cidade maravilhosa.