Sociedade

Governo destaca "ética" e "altruísmo" de Paulo Gonçalves

Português, de 40 anos, participava na sétima etapa da prova do Rally Dakar, que decorre na Arábia Saudita, quando sofreu uma queda violenta que se revelou fatal.

O Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, e o Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, lamentaram, este domingo, a morte do motociclista Paulo Gonçalves, no Dakar 2020.

“Atingindo a elite do motociclismo - com a conquista do Campeonato Mundial de Todo-o-terreno da FIM, em 2013, e o segundo lugar no Rally Dakar de 2015 - Paulo Gonçalves fica, também, para a história da modalidade, como um dos desportistas com a ‘ética’ e o ‘altruísmo’ como marcas indeléveis da sua carreira. De resto, o percurso do motociclista português na alta competição ficou marcado por colocar sempre na frente da sua ação os valores da ajuda, do companheirismo e da sã competição”, começa por referir um comunicado do ministério da Educação.

Na mesma nota, Tiago Brandão Rodrigues e João Paulo Rebelo relembram ainda o gesto solidário de Paulo Gonçalves com o austríaco Mathias Walkner, que em 2016 correu mundo. “Há exatamente três anos, o mundo ficou a conhecer um gesto de Paulo Gonçalves, espelho da sua atitude no desporto e na vida, tendo acudido a um companheiro em apuros, em plena prova, em prejuízo da sua própria prestação. Essa atitude no Dakar 2016, entre outras que foi tendo ao longo do seu percurso desportivo, levou a que o IPDJ atribuísse ao motociclista o Prémio Nacional de Ética no Desporto de 2016. A própria Federação Internacional de Motociclismo atribuiu idêntica distinção”.

“Aos 40 anos, Paulo Gonçalves será lembrado como um atleta de exceção, um dos grandes campeões da história do desporto motorizado, um exemplo de dedicação e de altruísmo. A toda a família de Paulo Gonçalves, também à sua família’ desportiva, o Governo português endereça as suas mais sinceras condolências”, remata a mesma nota.

Recorde-se que Paulo Gonçalves morreu este domingo. O português, de 40 anos, participava na sétima etapa da prova do Rally Dakar, que decorre na Arábia Saudita, quando sofreu uma queda violenta ao quilómetro 276 da prova.