Vida

Rainha Isabel II decidiu que Meghan Markle não deveria participar em reunião de emergência da família real

Era esperado que Meghan Markle participasse na reunião através de uma videoconferência, visto estar no Canadá com o seu filho Archie, no entanto a Rainha não permitiu que tal acontecesse. 

A família real britânica reuniu-se, esta segunda-feira, para discutir o futuro dos duques de Sussex, que anunciaram que pretendiam deixar de ser membros sénior da realeza. Na reunião estiveram presentes a Rainha Isabel II, o príncipe Carlos, o príncipe Harry e o príncipe William. Era esperado que Meghan Markle participasse na reunião através de uma videoconferência, visto estar no Canadá com o seu filho Archie, no entanto a Rainha não permitiu que tal acontecesse.

Segundo o jornal Daily Mail, a Rainha decidiu que Markle não deveria participar para garantir que a conversa se iria manter privada e que não iriam ocorrer fugas de informação para a imprensa. 

No final da reunião, o Palácio de Buckingham lançou um comunicado onde mostrou apoiar "inteiramente" a decisão de Harry e Meghan.  Isabel II sublinhou que preferia que o neto e Meghan Markle ficassem "a trabalhar a full-time como membros da família real", no entanto diz "respeitar e perceber os seus desejos de viver uma vida mais independente" e realçou que estes continuarão a ser "uma parte valiosa da família".