Vida

Estudo revela qual o segredo de uma relação perfeita e humor não é a resposta

“As pessoas dizem que querem sentido de humor numa relação, mas isso é um conceito vasto”, afirmou Jeffrey Hall, autor do estudo.

Um estudo revelou que, afinal, o humor não é a chave para ter uma relação feliz e duradoura. Apesar de, para esta ‘receita’, serem também apontados muito vezes ingredientes como a partilha de valores, experiências de vida semelhantes ou signos compatíveis, um estudo realizado por um professor da Universidade do Kansas revela que é preciso que o casal faça troça um do outro.

O estudo Seleção Sexual e Humor no Namoro revela que, mais do que os dois elementos do casal terem sentido de humor, é preciso que o utilizem um ‘contra’ o outro. O documento corrobora a ideia de que uma mulher que se ri das anedotas do parceiro se interessa por este, porém, é preciso que estes saibam lidar com certas brincadeiras.

“As pessoas dizem que querem sentido de um humor numa relação, mas isso é um conceito vasto”, escreve Jeffrey Hall, professor de Estudos da Comunicação que realizou o documento. “O facto de as pessoas pensarem que és engraçado ou que consegues contar uma anedota de qualquer coisa não está diretamente relacionado com uma relação feliz. O que faz realmente a diferença numa relação onde ambos se sintam é o humor que o casal cria em conjunto”.

O facto de os elementos do casal poderem brincar com particularidades um do outro sem deixar a outra pessoa insegura demonstra, para o professor, que estes estão “a estabelecer segurança emocional”.

O professor sublinha, no entanto, que estas brincadeiras não devem ser confundidas com um humor mais agressivo. “Se pensa que o seu parceiro contra piadas mesquinhas, é provável que essa seja uma antevisão do que vai ser a sua relação”, alerta.

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Happy Birthday to my amazing wife.

A post shared by Ryan Reynolds (@vancityreynolds) on