Desporto

Guarda-redes de hóquei em patins do Paço de Arcos morreu esta quarta-feira

O desportista esteve internado durante um mês, no Funchal, no entanto acabou por não resistir e morreu esta tarde.

O guarda-redes de hóquei em patins do Paço de Arcos, Énio Abreu, morreu esta quarta-feira, devido a uma infeção grave, anunciou o clube através da sua página oficial de Facebook. O desportista de 20 anos esteve internado durante um mês, no Funchal, onde se tinha dirigido para um jogo, no entanto acabou por não resistir à infeção e morreu esta tarde.

Ao início, os sintomas de Étnio Abreu confundiram os médicos que achavam que o jogador estava apenas com uma gripe, no entanto, com o passar do tempo, a doença acabou por evoluir para uma pneumonia que levou a uma infeção generalizada.

Segundo o clube, será rezada uma missa por sua intenção, esta quinta-feira, na Igreja Paroquial de Paço de Arcos, pelas 19h00.